terça-feira, 30 de abril de 2013

História do Dia do Trabalho



O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. 

A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional
Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.

Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.

Fatos importantes relacionados ao 1º de maio no Brasil:

- Em 1º de maio de 1940, o presidente
Getúlio Vargas instituiu o salário mínimo. Este deveria suprir as necessidades básicas de uma família (moradia, alimentação, saúde, vestuário, educação e lazer)

- Em 1º de maio de 1941 foi criada a Justiça do Trabalho, destinada a resolver questões judiciais relacionadas, especificamente, as relações de trabalho e aos direitos dos trabalhadores.

Postado por  Euclides Avila  – Coordenador de Comunicação.

Gerência não negocia e trabalhadores de usina bloqueiam BR-101

Sem avanço nas negociações, trabalhadores da Usina Guaxuma voltaram a bloquear a BR-101, na altura do quilômetro 3, no município de Teotônio Vilela, na manhã desta terça-feira (30). O motivo do protesto se deve a atraso salarial.
Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o manifesto ocorrido nessa segunda (29) durou o dia inteiro e, ao final da tarde, a gerência não se posicionou frente às alegações dos manifestantes, apesar de a administração ter se comprometido com os trabalhadores durante assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) na sede do Ministério Público Estadual (MPE), no Poço.

“A própria gerência não cumpriu com o combinado e, até o momento, não recebeu nenhum representante da categoria. Por isso, eles voltaram a interditar os dois sentidos da rodovia, e sem previsão de término”, informou a assessoria da PRF.

O protesto conta com a participação de dezenas de trabalhadores, insatisfeitos com meses de salários atrasados. Além de agentes da Polícia Rodoviária, militares do Centro de Gerenciamento de Crises deslocaram-se à região, para tentar negociar com os funcionários da usina. Esta é a terceira mobilização realizada neste mês, em Teotônio Vilela. 

Fonte:http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=339566&e=14
Posatado por: Euclides Avila - Coordenador de  Comunicação.

Contribuintes têm até hoje para entregar declaração do Imposto de Renda

Termina nesta terça-feira (30), às 23h59min59s (horário de Brasília), o prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2013, ano-base 2012. A expectativa da Receita Federal é que o número de declarações supere 26 milhões, um recorde em relação aos anos anteriores. Quem perder o prazo estará sujeito à multa mínima de R$ 165,74, limitada a 20% do imposto devido.

O programa gerador está disponível na página da Receita Federal desde 25 de fevereiro. Para transmitir a declaração, é preciso instalar também o Receitanet, que pode ser baixado no mesmo endereço.

A Receita publicou um passo a passo na internet com os procedimentos para a entrega da declaração. Está disponível ainda um manual com perguntas e respostas sobre o preenchimento do documento.

Além da internet, a declaração poderá ser entregue em disquetes de computador nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, durante o horário de funcionamento das agências.

As regras para a entrega da declaração estão na Instrução Normativa 1.333. 

Fonte: http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=339563&e=1
postado por: Euclides Avila- Coordenador de Comunicação.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

MPE dá prazo de 15 dias para Vilela explicar repasse a mais para ALE

O procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, abriu procedimento para investigar o repasse do duodécimo à Assembleia Legislativa (ALE), que estaria acima do limite estabelecido pela Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2013. Em despacho publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (29), o chefe do MP vai expedir ofício à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), para que o órgão apresente as explicações necessárias, no prazo de 15 dias.
O repasse de R$ 10,5 milhões a mais do duodécimo para a Casa de Tavares Bastos virou alvo de repercussão na imprensa, após matéria publicada na Gazeta de Alagoas, além de motivar questionamentos entre parlamentares, dentre eles, Olavo Calheiros (PMDB) e João Henrique Caldas (PTN). Os deputados pediram celeridade no processo investigativo e se colocaram à disposição para emitir qualquer relatório que comprove ou negue ilegalidade no repasse.

João Henrique explicou que, em dezembro passado, entregara o referido relatório nas mãos do secretário de Estado da Fazenda, Maurício Toledo, para que o gestor tomasse ciência dos acréscimos no montante destinado ao Legislativo, ainda no ano de 2011. 

Os valores "extras" repassados ao Legislativo Estadual chegam à ordem de R$ 41.259.425,65 desde o início do segundo mandato do governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), podendo alcançar os R$ 84,3 milhões no fim deste ano. 

O repasse de mais de 10,5 milhões à Assembleia desrespeita valor previsto na Lei Orçamentária, aprovada em 26 de dezembro do ano passado. O parlamento alagoano tem despesas fixadas em R$ 143 milhões. Dividindo-se este valor por 12, a despesa mensal não deveria ultrapassar R$ 11.916.666,66.  

Fonte:http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=339479&e=6
Postado por: Euclides Avila - Coordenador de Comunicação.


A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares – SINTPMUP, CONVOCA todos os servidores municipais para participar da assembleia geral a se realizar (quinta-feira), dia 02 de maio de 2013, ás 10 horas, no auditório da Prefeitura Municipal de União dos Palmares, para cobrarmos o reajuste salarial.
A Diretoria

domingo, 28 de abril de 2013

Téo Vilela se afasta do governo para fazer mais uma cirurgia

Parece notícia requentada, mas não é: Teotonio Vilela Filho fará mais uma cirurgia, agora a quarta (pelo que se sabe) desde que é governador.
A primeira foi para operar a mão (osso do carpo) ainda no primeiro governo. A segunda, em 2011, mais complexa e com maior risco foi de diverticulite, a terceira de catarata  e, essa agora será para operar o joelho.
A informação foi postada hoje a noite pelo próprio governador no Twitter:
“Na segunda à tarde eu estarei passando o governo do Estado para o presidente da ALE, Fernando Toledo, que fica no cargo até 6 de maio. Estarei de licença médica para fazer um procedimento cirúrgico no joelho, onde será retirado um cisto do menisco.Como o vice Nonô está em Dubai,representando AL em reunião sobre  desenvolvimento nos estados brasileiros,assumirá o presid.da ALE”, disse o governador por meio do microblog.
As cirurgias anteriores do governador foram realizadas em São Paulo. Ele não informou onde fará essa nova cirurgia.
O afastamento para a posse de Fernando Toledo pode ter sido coincidência, mas ao que parece a agenda do governador e do vice foi montada para que o presidente da Assembleia Legislativa assumisse o governo interinamente.
O que é o cisto no menisco
As informações a seguir são do site www.grupodojoelho.com.br
“Cisto de Menisco é uma coleção de líquido sinovial encapsulada que ocorre secundariamente a uma lesão meniscal. Ocorre mais freqüentemente na região lateral. A lesão meniscal mais frequente é a clivagem horizontal, em que ocorre a formação de um mecanismo valvular que impede o retorno do líquido sinovial para a articulação.
O diagnóstico é clínico e pode ser complementado com ultrassonografia ou ressonância magnética. O tratamento inicial pode ser conservador, mas os casos que não melhoram são tratados cirurgicamente. A simples drenagem do cisto com agulha apresenta alta taxa de recidiva. O tratamento de escolha é a artroscopia com tratamento da lesão meniscal e descompressão do mecanismo valvular. Quando o cisto é grande, ou não se consegue descomprimir, ou é um caso de recidiva, indicamos a ressecção aberta”. 

Fonte:http://blogsdagazetaweb.com.br/edivaldojunior/author/edivaldojunior
Postado por: Euclides avila- Coordenador de Comunicação.

Transposição do São Francisco não rende ainda uma gota d’água

Alvo de muita polêmica, idealizada nos tempos do Império (o primeiro projeto data de 1847), a transposição do Rio São Francisco, em implantação desde 2007, lembra hoje uma quilométrica passarela de retalhos na qual faltam costura e pedaços de tecido. Aguardada por quatro estados do Nordeste que amargam a maior seca dos últimos 40 anos, aquela que seria a rendição de 12 milhões de sertanejos não passa de um conjunto de canais desconectados, dutos enferrujados com ferros retorcidos e estação elevatória que parece um fantasma de concreto. Às margens da BR-316, no município de Floresta, a 439 quilômetros de Recife, duas colunas gigantescas servem de suporte para nada.
A obra ainda não conseguiu levar uma gota de água a lugar algum, o que vem despertando revolta da população e apreensão nos estados que seriam beneficiados. Com um custo inicialmente estimado em R$ 4,5 bilhões, a transposição agora está orçada em R$ 8,2 bilhões. A previsão de entrar em funcionamento em 2010 não pôde ser concretizada, e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, promete entregá-la em 2015. O empreendimento tem só 43% concluídos, o mesmo índice observado em 2012.

Na última semana, O GLOBO percorreu três de seus canteiros de obras, onde foram vistos apenas quatro trabalhadores. Em Custódia, a 340 quilômetros de Recife, havia um amontoado de britas e rochas dinamitadas. Em Floresta, onde funcionará um dos pontos de captação, há gigantescas estruturas sem utilidade. Há canais incompletos ou interrompidos, cujas placas, sem água, começam a apresentar rachaduras devido ao sol. Os canteiros de obras estão abandonados. Só dois caminhões foram vistos operando.

Obra já teve 9 mil operários

O projeto chegou a ter 57 contratos, cerca de 90 empresas operando e 9 mil operários em ação. Um bom termômetro da paralisação é a comerciante Eliane Maria da Silva, de 39 anos, ex-trabalhadora rural que montou um restaurante e vendia 400 refeições diárias a operários em Floresta.

— Foram dez meses de muita luta, mas entrava dinheiro. Agora, tem dia que só aparecem três clientes — lamenta Eliane, que entregou o cartão do Bolsa Família quando viu o negócio prosperar e tem vergonha de se cadastrar de novo.

O Ministério da Integração Nacional diz que, para cada real investido na transposição, dois são colocados em outras obras hídricas no Nordeste. Mas Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará começam a rever seus planos porque têm adutoras erguidas nos eixos da transposição que nunca funcionaram: o Eixo Norte do projeto de transposição deverá captar água em Pernambuco e levá-la por um canal de 400 quilômetros até Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O Eixo Leste, com 222 quilômetros, deverá abastecer Pernambuco e parte da Paraíba.
 
De olho na água da transposição, os estados começaram a implantar adutoras com ajuda da União. Mas enfrentam problemas graves, como o Rio Grande do Norte, que está com a adutora do Alto Oeste praticamente concluída, mas correndo o risco de ficar sem função. A obra consumiu R$ 35 milhões. Já deveria estar captando água no Eixo Norte, que desaguaria em um outro açude, o Pau dos Ferros. Sem a transposição, o reservatório está à beira do colapso. Semana passada, só acumulava 16% de sua capacidade. No estado, 144 municípios estão em estado de emergência devido à seca.
Em Pernambuco, foi licitada a construção da adutora do agreste, que deveria captar água no Eixo Leste e levá-la para uma das regiões mais castigadas pela seca. Com investimento previsto de R$ 2,3 bilhões, a obra deverá ter 1.200 quilômetros de extensão e beneficiar cerca de 60 municípios

— As licitações estão sendo realizadas, e as estações de tratamento já existem. Será uma obra grande, que deverá ficar pronta em um ano e meio, antes da conclusão da transposição — reclama o governador Eduardo Campos (PSB).

Para que a adutora não vire um elefante branco, o governo estadual estuda perfurar 26 poços em outra bacia para captar água, diz o secretário de Recursos Hídricos de Pernambuco, José Almir Cirilo:

— O maior problema da transposição é no coração do sistema. A desistência de empreiteiras atingiu duas estações elevatórias.

— Os canais da transposição não possuem emendas e ninguém pode usá-los. A obra se transformou em uma bagaceira, e, do jeito que vem sendo executada, não serve para nada — resume o secretário de governo de uma das cidades prejudicadas em Pernambuco. Ele prefere o anonimato.

Enquanto isso, uma lâmina de meio centímetro de água no canal próximo à casa de Eliane, servia só para matar a sede de pássaros e cabritos. 
Fonte: http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=339403&e=17
Postado por : Euclides Avila- Coordenador de Comunicação .

sábado, 27 de abril de 2013

Um em cada três contribuintes ainda não entregou a declaração do IR

A cinco dias do fim do prazo de entrega, pouco mais de dois terços dos contribuintes já enviaram a Declaração do Imposto de Renda. Até as 16h desta sexta-feira, a Receita Federal havia recebido informações de 17.621.566 pessoas físicas, o que equivale a 67,8% dos 26 milhões de declarações esperadas para este ano. Na média, um em cada três contribuintes ainda não prestou contas à Receita.

Somente nas últimas 24 horas, 1,21 milhão de contribuintes acertaram as contas com o Fisco. No levantamento anterior, divulgado ontem, 16.411.797 pessoas físicas haviam entregado o formulário. O prazo de entrega começou em 1º de março e vai até as 23h59min59s do próximo dia 30.

Neste ano, o Fisco espera receber mais de 26 milhões de declarações, ante 25.244.122 do ano passado. O programa gerador está disponível na página da Receita Federal desde 25 de fevereiro. Para transmitir a declaração, é preciso instalar também o Receitanet, que pode ser baixado no mesmo endereço.

A Receita publicou um passo a passo na internet com os procedimentos para a entrega da declaração. Está disponível ainda um manual com perguntas e respostas sobre o preenchimento do documento. O contribuinte também tem uma animação sobre a instalação do programa.

Além da internet, a declaração poderá ser entregue em disquetes de computador nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, durante o horário de funcionamento das agências. Quem entregar depois do prazo pagará multa de R$ 165,74 ou de 20% sobre o imposto devido, prevalecendo o maior valor.

As regras para a entrega da declaração estão na Instrução Normativa 1.333, publicada no Diário Oficial da União em 19 de fevereiro. Estão obrigados a declarar os contribuintes que receberam em 2012 rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 24.556,65, além dos que tiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, com total acima de R$ 40 mil.

A apresentação da declaração é obrigatória para quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto; fez operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas; ou obteve receita bruta com a atividade rural superior a R$ 122.783,25. Quem tinha, até 31 de dezembro de 2012, posse de bens ou propriedades, inclusive terra nua, com valor superior a R$ 300 mil, também está obrigado a declarar.

O limite para dedução com gastos com instrução é R$ 3.091,35, informou o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. Por dependente, o contribuinte pode abater R$ 1.974,72. No caso das deduções permitidas com a contribuição previdenciária dos empregados domésticos, o valor do abatimento pode chegar a R$ 985,96. Os gastos com despesas médicas podem ser deduzidos integralmente.

O contribuinte poderá optar pelo desconto simplificado, que é calculado aplicando-se 20% sobre os rendimentos tributáveis. Nesse caso, não é necessária comprovação, e o desconto está limitado a R$ 14.542,60. 'Se o contribuinte tiver deduções, como despesas médicas e gastos com instrução que, somadas, fiquem acima desse limite, a sugestão é que faça a opção pela declaração completa', diz Adir. 


Fonte:http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=339352&e=1
Postado por: Euclides Avila - Coordenador de Comunicação.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

DIRETORIA DO SINTPMUP E SERVIDORES DO SAAE DE UNIÃO DOS PALMARES FECHAM ACORDO COM O DIRETOR DA AUTARQUIA


No final da tarde de ontem, 25, houve uma Assembleia Geral convocada pelo SINTPMUP com os servidores do SAAE de União dos Palmares, para deliberarem se aceitavam ou não a contraproposta do Diretor Marcos Antônio.


A assembleia sob o direcionamento dos Diretores do Sindicato Olivano Dias (Tita), Mario Bispo e Alcides Manoel discutiram cada item da pauta, com intensa participação dos servidores, que após várias rodadas de negociações com a Diretoria do SAAE, o Sindicato e Servidores entraram em consenso no dia 05/04/2013.
Aprovando o percentual de 11% (onze por cento) com retroativo a Janeiro, e demais itens da Pauta de Reivindicações 2013. 

Os Diretores do Sindicato Olivano Dias (Tita), Mario Bispo e Alcides Manoel, disseram que este foi um grande avanço para os servidores da Autarquia, pois com o percentual de 11% (onze por cento) houve um ganho real nos salários dos servidores para 2013.  “Esperamos agora que haja avanço nas negociações com o Prefeito Beto Baia, no percentual para reajustar os salários dos Servidores Públicos da Prefeitura Municipal.”

Postado por: TITA do Sindicato

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Funcionários Públicos Municipais de União dos Palmares atendem CONVOCAÇÃO do SINTPMUP e lotam Auditório da Prefeitura


Na manhã da última quarta-feira (24), houve uma Assembleia Geral, no auditório da Prefeitura Municipal de União dos Palmares, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares - SINTPMUP. Os servidores de todas as categorias atenderam o chamado do sindicato e compareceram, lotando assim o Auditório da Prefeitura.

TITA do Sindicato saudou a todos os presentes e formou a mesa, que foi composta pelos diretores do SINTPMUP: Mário Bispo, Manoel Oliveira, Alcides Manoel, Olivano Dias (Tita), Adelson Balbino, Cícero da Silva, Emanoel Messias, Lucilene da Conceição (Nena), Cleide Leandro, Dilma, Rokehanderson, Euclides Avila e representantes do Governo Municipal, o Secretário Geral de Administração, Edemir Morais e o de Finanças, Roberto Carnaúba. Esteve presente também o Vereador Toinho da ADEFUP.   

Esta Assembleia tinha como finalidade reivindicar e cobrar ao gestor municipal agilidade nas negociações da pauta do ano 2013, já entregue ao Prefeito Beto Baia, anteriormente.
A Diretoria do Sindicato e Servidores Municipais da Administração e Saúde cobraram também ao prefeito Beto Baia melhores condições de trabalho e realização de concurso público, para que o município possa ter um serviço de qualidade.



Nena no uso da sua fala cobrou aos Secretários presentes que tragam propostas concretas para a categoria e que essas propostas não fique só na conversa.  

Na discussão alguns itens tiveram avanços e outros, entraves. O maior entrave foi o percentual do aumento salarial, onde inicialmente a proposta apresentada pelo Sindicato foi de 20% e a contraproposta do Gestor que estava representado pelos Secretários de Administração e o de Finanças, foi de apenas 5%, parcelado em 3 (três) vezes.

A proposta do Gestor Municipal causou grande indignação aos servidores presentes, que se sentiram desrespeitados e desvalorizados, e por unanimidade reprovaram o reajuste apresentado.  Diante disto, ficou marcada nova assembleia para o dia 02/05/2013, às 10 horas, no auditório da Prefeitura, onde será apresentada uma nova proposta à categoria.














Escrito por: TITA do Sindicato, Cleide Leandro e Euclides Avila

Postado por: Euclides Avila - Coordenador de Comunicação




quarta-feira, 24 de abril de 2013

REIVINDICAÇÃO SALARIAL 2013



Ainda hoje matéria  da assembleia dos servidores, quais foram os avanços e os entraveis que ainda não foram alcançados . 

terça-feira, 23 de abril de 2013


A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares – SINTPMUP, CONVOCA todos os servidores municipais para participar da assembleia geral a se realizar (quarta-feira), dia 24 de abril de 2013, ás 08 horas, na Prefeitura Municipal de União dos Palmares, para cobrarmos:

O reajuste salarial de 20% para todas as categorias, Correção Salarial conforme repasse do Ministério da Saúde para os Agentes Comunitários de Saúde e Endemias, Implantação do risco de vida para os Guardas Municipais e demais itens da pauta de reivindicações.

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2013

Reajuste salarial: 20% . Transferência de servidor: atendendo sempre ao interesse do serviço público. Curso de qualificação. Adicional por tempo de serviço: mudança de quinquênio para anuênio do PCCS da Saúde e Administração.Adicional de difícil acesso: seja implantado no PCCS da Saúde.Criação da CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidente. Auxílio alimentação. Correção Salarial: para os Agentes de Endemias, Agentes Comunitários de Saúde e Agentes Sanitários. Diárias dos Motoristas. .Digitadores dos Sistemas. Guardas Municipais: implantar o risco de vida. Gratificação por produção para  fiscalização de cadastro, fiscalização de posturas, fiscalização de obras, fiscalização de arrecadação, fiscalização de rendas, fiscalização da divida ativa, fiscalização da vigilância sanitária, fiscalização de transporte e fiscalização de meio ambiente, desde que no exercício de suas funções. Concurso Público.

Sua presença é muito importante!!

Participe!

Juntos somos fortes!

A Diretoria
 Postado por:
Euclides Avila
Coordenador de Comunicação Aposentados e Pensionistas.

Repasse do governo vai ser investigado pelo Ministério Público

Os valores repassados a mais no duodécimo da Assembleia Legislativa, divulgados pela Gazeta no último domingo, criaram surpresa pela exuberância dos montantes citados e pelo suposto “esquema”, denunciado pelo deputado Judson Cabral (PT). A denúncia é de que a ALE recebe do governo do Estado além do que está fixado na Lei Orçamentária Anual (LOA). O Ministério Público Estadual já se posicionou informando que irá solicitar informações da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) sobre os valores.

De acordo com dados do Portal da Transparência Ruth Cardoso, a soma extra repassada para o Legislativo estadual já chega a R$ 41.259.425,65 desde o inicio do segundo mandato do governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), podendo chegar a R$ 84,3 milhões no fim deste ano. Os valores chegariam a algo em torno de R$ 3.591.041,92 mensais. O deputado Judson Cabral informou que haveria um acordo entre o governo do Estado e os dirigentes da ALE para viabilizar o “esquema”, que consistiria em adiantamento de verba para honrar a folha de pagamento da Casa, que sempre estaria comprometida em razão do pagamento do 13º salário no mês de dezembro.


Após a denúncia, o Ministério Público Estadual aguarda agora o deputado formular uma representação, para que o órgão possa agir tendo em mãos elementos concretos sobre o caso.


“No MP não há qualquer procedimento ou queixa em torno desta questão. Espero que o deputado Judson formule essa representação, para que, munidos de elementos de convicção necessários, possamos determinar a abertura de uma investigação. Caso não haja representação dele ou de qualquer outra pessoa, irei solicitar, mesmo assim, informações da Secretaria da Fazenda sobre o caso”, disse o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá.
Fonte:http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=339038&e=2
 Postado por: Euclides Avila-  Coordenador de Comunicação,Aposentados e Pensionostas.

Semas inicia cadastro de famílias que vivem em áreas de risco de Maceió

A pedido da Defesa Civil Municipal, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) iniciou o cadastramento de famílias que vivem em áreas de risco em Maceió. A medida é preventiva, caso a chuva continue causando transtornos para os maceioenses nos próximos dias. “Pedimos à Semas para fazer esse cadastramento. Isso já foi iniciado. É uma prevenção porque em alguns locais deve haver a remoção de famílias”, revelou Artur Costa, coordenador operacional da Defesa Civil Municipal.

Segundo ele, o órgão recebeu a informação de que o volume de chuva para os próximos dias deve diminuir. Enquanto isso, a Defesa Civil está em alerta devido ao grande número de áreas consideradas de risco em Maceió. “São mais de 500 pontos. Se tivermos que fazer uma remoção, será grande o número de pessoas”, acrescentou o coordenador.


Já a situação de uma casa que desabou parcialmente no Mutange, parte baixa da capital, também está sendo monitorada pela Defesa Civil Municipal. O imóvel já estava desocupado, mas a área receberá atenção dos órgãos porque outras residências próximas podem apresentar o mesmo problema.


“Não temos desabrigados e nem desalojados até agora em Maceió. Estamos monitorando toda a situação, a fim de se evitar quaisquer incidentes”, reforçou Artur Costa.


A chuva tem causado uma série de transtornos à população maceioense - devido, principalmente, ao alagamento de ruas e avenidas - desde a última sexta-feira (19). O trânsito ficou ainda mais lento em alguns trechos com considerável fluxo de veículos, além do registro de deslizamentos – sem vítimas – pela Defesa Civil.
 Fonte http:http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=339058&e=13
 Postado por: Euclides Avila-  Coordenador de Comunicação,Aposentados e Pensionostas.

segunda-feira, 22 de abril de 2013


Fonte http://www.sinteal.org.br/2013/04/greve-nacional-da-educacao-programacao-em-alagoas/
Postado por: Euclides Avila-  Coordenador de Comunicação,Aposentados e Pensionostas.


A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de União dos Palmares - SINTPMUP, CONVOCA todos os servidores municipais para participar da assembleia geral a se realizar (quarta-feira), dia 24 de abril de 2013, ás 09 horas, na Prefeitura Municipal de União dos Palmares, para cobrarmos o reajuste salarial.


A Diretoria

domingo, 21 de abril de 2013

Estado repassa R$ 10,5 mi a mais para a ALE em três meses

Carla Serqueira - Gazeta de Alagoas
Os números estão à disposição de todos, na internet. Não precisa fazer muita conta para perceber que a Assembleia Legislativa de Alagoas está recebendo mais dinheiro do que deveria do governo do Estado. Basta verificar na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2013, aprovada no dia 26 de dezembro do ano passado. No papel, o parlamento alagoano tem despesas fixadas em R$ 143 milhões. Dividindo este valor por 12, a despesa mensal não deveria ultrapassar R$ 11.916.666,66. Porém, o Portal da Transparência Ruth Cardoso revela outra realidade. Na prática, de janeiro a março deste ano, os deputados já consumiram R$ 46.523.125,74 – divididos por três: R$ 15.507.708,58 mensais.

A diferença mostra que, todo mês, o Poder Legislativo recebe R$ 3.591.041,92 a mais na sua conta.


Não é de hoje que isso ocorre. Desde 2010, o governo repassa para a Assembleia valores além do que está previsto na LOA, dispositivo legal que estima a receita do Estado e fixa as despesas, com objetivo de controlar os gastos públicos e inibir os gestores ao uso indiscriminado do erário. E por ser lei, é discutida e aprovada pelo mesmo parlamento que, meses depois, começa a ver creditado montante acima do estabelecido na legislação. Recorrendo às mesmas fontes, a Gazeta verificou que em 2010, o duodécimo da Assembleia foi fixado em R$ 113.400.000,00. Porém, ao fim do ano, o volume de dinheiro repassado somou R$ 125.995.796,62. Foram R$ 12 milhões a mais que migraram do Poder Executivo para viabilizar o trabalho dos deputados estaduais.

Fonte: http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=338900&e=2
postado por: Euclides Avila - Coordenador de Comunicação,
Aposentados e Pensionistas.